Vereador Sandro Moreira denuncia situação do Cemitério de Simões Filho: “Tem uma sepultura que está aberta com o crânio de um cadáver”

with Nenhum comentário

A apenas três dias da celebração que lembra o dia de São Miguel, padroeiro do município de Simões Filho, o cemitério da cidade, que inclusive leva o nome do santo foi um dos assuntos discutidos pelo vereador Sandro Moreira, em sessão ordinária realizada na noite desta terça-feira (26) na Câmara.

O vereador comentou que, a convite de alguns munícipes, em especial do líder comunitário Paulo Queiros, resolveu fazer uma visita in loco ao Cemitério São Miguel, e lá pôde presenciar situações que segundo ele, não deveriam ocorrer.

De acordo com o vereador, um antigo funcionário do local revelou que por falta de segurança, algumas pessoas estão acessando a área interna do cemitério de forma indevida e violando os túmulos.

“Infelizmente foi verificado por mim e pelas pessoas que lá estiveram que realmente existem alguns túmulos que estão violados. Nós tivemos o cuidado de identificar este problema, e por isso fiz uma indicação que nas próximas semanas será lida aqui”, disse o edil.

Em sua indicação, o vereador pedirá a segurança do prédio através de um sistema de vídeo monitoramento, bem como a manutenção da estrutura física e a higienização geral da área interna.

“Essa situação hoje nos traz um pesar no sentido da falta de condição para que nossos munícipes, num momento tão especial e tão doloroso possam sepultar os seus entes queridos em um lugar digno”, comentou.

Ainda segundo Sandro Moreira, um levantamento feito pelo funcionário apontou uma média mensal de 80 sepultamentos. Desse levantamento, uma maioria representa jovens menores de 25 anos de idade, vítimas da onda de violência brutal pela qual a cidade está enfrentando, com os altos índices de criminalidade.

O vereador ainda comentou sobre a sujeira e o mau cheiro que é notório, além de algumas sepulturas que estão abertas com ossos humanos expostos, e disse que não há mais condições de enterrar ninguém ali.

“Encontramos restos mortais. Tem uma sepultura que está aberta com o crânio de um cadáver. Isso é muito chocante. Eu entendo que as autoridades municipais devem urgentemente tomar providências.

Ao verificar a decadência, Moreira disse que caso não haja intervenção em caráter de urgência por parte da prefeitura, o cemitério deverá ser interditado por falta de condições dignas para os próximos sepultamentos.

“Verificando as condições do local e identificando essas questões, nós entendemos que o cemitério não comporta mais o recebimento de pessoas para serem sepultadas. Minha sugestão é que se faça urgentemente um novo cemitério, caso contrário, caberá uma interdição, porque não há mais condições de enterrar ninguém ali”, concluiu.

Deixe uma resposta